Novos Caminhos Energéticos

Fontes de Energia Renováveis e Não-poluentes:

Painéis Solares - energia limpa e renovável 

 Fotos gentilmente cedidas por Stock Xchng

1) Energia Solar
     Praticamente inesgotável e não-poluente, a energia solar pode ser usada para a produção de eletricidade através de painéis solares e células fotovoltaicas. No Brasil, a quantidade de sol abundante durante quase todo o ano estimula o uso deste recurso.
     Os painéis fotovoltaicos são uma das mais promissoras fontes de energia renovável. A principal vantagem é a quase total ausência de poluição. No entanto, a grande limitação dos dispositivos fotovoltaicos é seu baixo rendimento. Outro inconveniente são os custos de produção dos painéis, elevados devido à pouca disponibilidade de materiais semicondutores.
     Prometendo reduzir, em muito, os custos da captação solar a empresa Nanosolar colocou no mercado os primeiros painéis solares de filme fino, uma das tecnologias mais promissoras para a geração barata de energia solar.
     Ao contrário dos painéis solares fotovoltaicos já disponíveis comercialmente há vários anos, os painéis de filmes finos são produzidos por impressão, gerando um painel flexível, adaptável a qualquer superfície e muito mais barato.
Confira no link: www.nanosolar.com
Fica aqui uma sugestão: que alguma instituição financeira abra uma linha de crédito amigável para a aquisição de painéis solares.
 

Energia dos ventos

Foto gentilmente cedida por FreeFoto

 
 
2) Energia Eólica
     A energia eólica é a energia gerada pelo vento. Utilizada há anos sob a forma de moinhos de vento, pode ser canalizada pelas modernas turbinas eólicas ou pelo tradicional cata-vento. Os especialistas explicam que no Brasil há ventos favoráveis para a ampliação dos instrumentos eólicos.
     A energia cinética, resultante do deslocamento das massas de ar, pode ser transformada em energia mecânica ou elétrica. Para a produção de energia elétrica em grande escala, só são interessantes regiões que tenham ventos com velocidade média de 6 m/seg ou superior. 
     Uma outra restrição presente no aproveitamento da energia eólica é a questão do espaço físico, uma vez que tanto as turbinas quanto os cata-ventos são instalações mecânicas grandes e ocupam áreas extensas. Todavia, seu impacto ambiental é mínimo, tanto em termos de ruído quanto no ecossistema.
 

Energia das Marés

 Fonte: UN Atlas of the Oceans

3) Energia das marés
     Energia maremotriz é um modo de geração de eletricidade através da utilização da energia contida no movimento de massas de água devido às marés. Dois tipos de energia maremotriz podem ser obtidas: energia cinética das correntes devido às marés e energia potencial pela diferença de altura entre as marés alta e baixa.
     A energia das marés é obtida de modo semelhante ao da energia hidrelétrica: Constrói-se uma barragem, formando-se um reservatório junto ao mar. Quando a maré sobe, a água enche o reservatório, passando através da turbina hidráulica e produzindo energia elétrica. Na maré baixa, o reservatório é esvaziado e a água que sai do reservatório passa novamente através da turbina, em sentido contrário, produzindo energia elétrica. Este tipo de fonte é também usado no Japão, na França e na Inglaterra.

MINICAT - Carro Movido a Ar da MDI

CITYCAT - Carro Movido a Ar da ZPM

4) Carro Movido a Ar
     O carro movido a ar comprimido, inventado pelo francês Guy Nègre é um carro muito econômico que não polui o ambiente. O seu motor é capaz de movimentar o veículo a uma velocidade de até 110/130 km/h, com um custo R$ 4,00 (Quatro Reais) a cada 250/300 km corridos (o valor da energia elétrica necessária para o pequeno compressor que fica a bordo do carro encher o tanque de ar).
     Como não tem combustão não há contaminação. O ar utilizado da atmosfera (e que será misturado com o ar comprimido no cilindro) é previamente filtrado e purifica 90m3 de ar atmosférico por dia. Ou seja, o ar sai do veículo mais limpo do que entrou.
     A temperatura do ar purificado que sai do escape está entre 0ºC e - 30ºC, permitindo assim a sua utilização para o próprio ar condicionado do carro.
     O grupo MDI - Moteur Developpement International, que desenvolveu este veículo, tem matriz sediada em Luxemburgo e a fábrica dos protótipos MDI fica localizada no sul da França. Eles assinaram um contrato com a Tata Motors, a maior fabricante de veículos da Índia (que recentemente comprou as marcas britânicas Jaguar e Land Rover), e a expectativa é que os carros movidos a ar comecem a ser fabricados ainda este ano.
     A empresa americana Zero Pollution Motors (ZPM) também entrou na corrida para a fabricação dos carros movidos a ar.  A ZPM decidiu fazer uma parceria com o grupo MDI para utilizarem a Compressed Air Tecnology nos seus carros com emissão zero.
Visite o site da MDI: http://www.mdi.lu/  e da ZPM: http://zeropollutionmotors.us/  
e o nosso blog que trata exclusivamente do Carro Movido a Ar (e de combustíveis): http://noticiaproibida.blogspot.com
 
 

© 2007 RJHost.com.br
MELHOR VISUALIZADO EM PELO MENOS 1024 x 768 PIXELS

Acessibilidade

Teclado: Menu Principal » alt+m | Conteúdo » alt+c Controles de Acessibilidade: Preto e Branco | A (Normal) | -A (Dininuir) | +A (Aumentar)